Pleuropneumonia porcina

A pleuropneumonia em porcos transmite-se rapidamente por inalação ou contacto directo. Está associada a consideráveis prejuízos económicos devido a mortalidade, atraso no crescimento ou maior necessidade de antibioterapia.

Acerca de Actinobacillus Pleuropneumoniae


Etiologia
Actinobacillus pleuropneumonia é um bastonete aeróbio facultativo Gram negativo. Pertence à família Pasteurellaceae, que contém as espécies Haemophilus, Actinobacillus e Pasteurella.

Serótipos
Foram descritos até à data 13 serótipos diferentes. A serotipagem baseia-se nos polissacáridos capsulares (CP) e lipopolissacáridos (LP). Alguns serótipos apresentam semelhanças estruturais entre as cadeias de LP. Isto explica as reacções cruzadas observadas entre determinados serótipos.
Cada área geográfica ou país tem o(s) seu(s) serótipo(s) predominante(s). Ver Quadro 1.

serótipos predominantes
Quadro 1: Cada área geográfica ou país tem o(s) seu(s) serótipo(s) predominante(s)

A prevalência do(s) serótipo(s) predominante(s) pode variar ao longo do tempo.

Factores de virulência
Registaram-se frequentemente diferenças em termos de virulência entre serótipos ou a nível do mesmo serótipo. Em geral, as estirpes de serovares 1, 5, 9, 10 e 11 são mais virulentas do que as de outros serovares.

topo


Sinais clínicos
Os sinais clínicos variam em função de:

  • nível de imunidade dos animais
  • condições ambientais adversas
  • grau de exposição ao agente infeccioso
  • virulência da(s) estirpe(s) envolvida(s)

O decurso da doença pode ser hiperagudo, agudo ou crónico.

Forma aguda:

  • Aparecimento súbito de animais gravemente doentes em um ou mais currais
  • Febre alta (41,5°C)
  • Sintomas respiratórios distintos; dispneia grave, respiração pela boca, posição sentada, espuma ensanguentada em redor da boca e narinas
  • Pele cianótica

APP periaguda em porcos
Porcos com sintomas hiperagudos de infecção APP – boca aberta para respirar, espuma na boca, pescoço estendido e posição sentado.

Forma crónica:
A forma crónica desenvolve-se após o desaparecimento de sintomas agudos

  • Tosse
  • Perda de apetite
  • Atraso no crescimento

Em grupos de porcos cronicamente infectadas existem frequentemente animais subclinicamente doentes.

topo


Lesões post mortem
Fase (Hiper)aguda

  • Presença bem demarcada, grave uni ou bilateral de pneumonia hemorrágica necrosante no post mortem.
  • Brônquios e traqueia cheios de muco espumoso e ensanguentado.
  • Presença de pleuresia fibrinosa na cavidade torácica, contém um líquido ensanguentado.
pneumonia hemorrágica
pneumonia hemorrágica

Pneumonia hemorrágica observada no post mortem em casos de infecção APP hiperaguda e aguda.

Casos crónicos

  • Presença de nódulos de diferentes tamanhos sobretudo nos lobos diafragmáticos. Estes nódulos estão circundados por uma cápsula grossa de tecido conjuntivo.
  • Presença de áreas de pleuresia adesiva. Em muitos casos as lesões pulmonares resolvem-se, permanecendo apenas pleuresia adesiva focal residual. A elevada incidência de pleuresia crónica no abate é um provável indicador de pleuropneumonia.
infecção app crónica

Pulmões de cor acinzentada, típicos de APP crónica

 infecção APP crónica

Abcesso num pulmão causado por infecção crónica APP

topo


Tratamento e Prevenção

Antibioterapia parentérica nas fases iniciais da doença ajudará a reduzir a mortalidade.

Os antimicrobianos eficazes incluem as penicilinas, cefalosporinas, oxitetraciclinas e florfenicol.

Prevenção

  1. As instalações livres do agente só devem introduzir novos animais livres de APP. Estes animais devem ficar de quarentena.
  2. Determinar os períodos de risco nas examinações post mortem, testes serológicos e exames clínicos, e escolher a medicação mais adequada.
  3. Os princípios gerais de maneio para controlo de doenças respiratórias são eficazes.
  4. Vacinação com vacinas multivalentes inactivadas contra os diferentes serótipos. Ver Vacinas.

topo

Infecção APP: Adesões fibrosas pleurais observadas na doença crónica

Adesões pleurais fibrosas observadas na doença crónica

Consideráveis prejuízos económicos devido a mortalidade, atraso no crescimento ou maior necessidade de antibioterapia.